MENU
Without Title-7, mixed-media on guarro paper, nº 01/40, 76 x 56 cm
Without Title-8, mixed-media on guarro paper, nº 20-40, 76 x 56 cm
American Landscape 6, 3-6, 90 x 72,5 cm, 2004

Julião Sarmento

1121
0

JULIÃO SARMENTO – Nasceu em Lisboa, em 1948. Vive e trabalha no Estoril.

Autor de uma obra multifacetada, Julião Sarmento inicia atividade nos anos de 1970, enquadrando-se nas práticas artísticas mais avançadas desse período. Na década seguinte irá afirmar-se como um dos artistas plásticos portugueses com maior projeção, nacional e internacional, expondo em galerias e museus de grande prestígio.

Frequentou o curso de arquitetura na Escola Superior de Belas Artes de Lisboa entre 1967 e 1974.

A sua carreira artística inicia-se na década de 1970. Será marcada por influências culturais predominantemente anglo-saxónicas e por uma lúcida sintonia com correntes avançadas da arte internacional. Em 1977 participa na Alternativa Zero, exposição que marca “o primeiro balanço dos trabalhos que em Portugal tomaram como referência as atitudes concetuais e congéneres”.

Nessa primeira etapa utiliza meios de expressão diversificados, “postos à disposição dos artistas da década pela revolução das linguagens técnicas e conceptuais”. Vemo-lo realizar pinturas, filmes, colagens de materiais heteróclitos, montagens fotográficas ou encenações de textos onde coloca em jogo elementos que se tornarão “essenciais à caracterização da totalidade do [seu] discurso artístico”[3]. Sarmento utiliza dispositivos que vão da apropriação de imagens e citações literárias à fragmentação das formas, pondo-os ao serviço de um discurso plástico onde as noções de tempo, de desejo, ou a pulsão erótica, são determinantes, criando elos que unem as fases sucessivas da sua obra: “Aquilo que faço hoje faz parte do que fiz ontem”, disse Sarmento em 1997, “e do que fiz há vinte anos, e do que farei amanhã”.

(….)

Trabalha com galerias de Lisboa, PortoLondresBernaMadridBarcelonaMuniqueTorinoBruxelasNova IorqueBeverley HillsSão Paulo ou Nagoya, Julião Sarmento tem construido uma sólida carreira internacional. A sua obra foi alvo de revisões globais em Witte de Witte (Roterdão, 1991), Centro de Arte Reina Sofia (Madrid, 1992), Fundação Calouste Gulbenkian (Lisboa, 1993, 2000). Em 2011 a Tate Modern, Londres, instalou um Artist Room com obras suas. Em 2012-2013, o Museu de Serralves, Porto, organizou Noites Brancas, a mais completa retrospetiva até hoje realizada do seu trabalho e que lhe mereceu, em 2014, a atribuição do Prémio AICA 2012.

Colecções
Bayerische Staatsbibliothek , Munique, Alemanha.
Caixa Geral de Depósitos, Lisboa, Portugal
CAMJAP Centro de Arte Moderna/Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa, Portugal
CCA Kytakyushu, Kytakyushu, Japão.
CCB Centro Cultural de Belém, Lisboa, Portugal
Corcoran Gallery of Art, Washington, DC., EUA.
Ellipse Foundation, Lisboa, Portugal
FLAD Fundação Luso-Americana Para o Desenvolvimento, Lisboa, Portugal
Fogg Art Museum, Harvard University, Cambridge, Massachusetts, U.S.A. Fondazione Amelio, Nápoles, Itália.
Fondo Artistico dello Archivio Storico delle Arti Contemporanee della Biennale di Venezia, Veneza, Itália.
Fundação das Descobertas, Lisboa,Portugal
Fundação de Serralves, Porto, Portugal
Fundació ‘La Caixa’, Barcelona, Espanha
Fundación Caixa Galicia, A Coruña, Espanha
Galerija Grada, Zagreb, Croácia
Hara Museum of Contemporary Art, Tóquio, Japão
Hirshhorn Museum and Sculpture Garden, Smithsonian Institution, Washington, DC, EUA.
IVAM Centre Julio González, Valencia, Espanha
Liechtensteinische Staatliche Kunstsammlung, Liechtenstein
MAC’S Musée des Arts Centemporains de la Communauté française de Belgique, Hornu, Bélgica
MACBA Museu d’Art Contemporani Barcelona, Barcelona, Espanha
Malmö Museum, Malmö, Suécia
MAMbO Museo de Arte Moderna, Bolonha, Itália.
MEIAC Museo Extremeño e Iberoamericano de Arte Contemporáneo, Badajoz, Espanha
Ministério da Cultura, Lisboa, Portugal
MNCARS Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Madrid, Espanha
MOCA Museum of Contemporary Art, Los Angeles, California, EUA.
Moderna Museet, Stockholm, Sweden / MOMA Museum of Modern Art, Nova Iorque, EUA.
MUHKA Museum van Hedendaagse Kunst, Antuérpia, Bélgica.
Munson Williams Proctor Institute, Uttica, Nova Iorque, EUA.
Musée National d’Art Moderne/Centre Georges Pompidou, Paris, França.
Museu do Chiado, Lisboa, Portugal
SFMOMA San Francisco Museum of Modern Art, San Francisco, California, EUA.
Sintra Museu de Arte Moderna, Sintra, Portugal
SMAK, Stedelijk Museum voor Actuele Kunst, Gent, Bélgica.
Solomon R. Guggenheim Museum, Nova Iorque, EUA.
Staatsgalerie Moderner Kunst, Munique, Alemanha.
Staatsgalerie Stuttgart, Stuttgart, Alemanha.
Stadt Museet, Lund, Suécia.
Städtische Galerie am Markt, Schwäbisch Hall, Alemanha.
Städtische Galerie im Lenbachhaus, Munich, Alemanha.
Städtische Galerie, Erlangen, Alemanha.
Tate Collection, Londres, Reino Unido.
Tel Aviv Museum of Art, Tel Aviv, Israel
The Saison Foundation, Tóquio, Japão.
Van Abbemuseum, Eindhoven, Holanda.
Washington State University Collection, EUA.