MENU
Sem título, acrílico sobre tela, 65 x 90 cm
Sem titulo, acrílico sobre tela, 65 x 90 cm

Alfredo Luz

11809
0

Alfredo Luz nasceu em Riomeão, Santa Maria da Feira, a 31 de Outubro de 1951.
Pintor neo-figurativo, por vezes abstracto, de feição lírica, frequentou o Curso de Artes Decorativas António Arroio.

Exposições individuais:

1985 – Galeria Fonte Nova
1986 – Galeria Grade
1987 – Galeria Escada
1988 – Galeria Ditec
1989 – Galeria Casino Estoril “Trago Paisagens”
1990 – Galeria Barata “Paisagens para Eugénio”
1990 – Galeria São Francisco “Sons da Terra”
1991 – Galeria Casino Estoril “Vem comigo ver Lisboa”
1992 – Galeria São Francisco “Naturezas – Arquivos de Denúncia”
1993 – Galeria Grade “Almas Gémeas”
1993 – Galeria Almadarte “Nem Lírios nem Rebanhos”
1994 – Galeria Casino Estoril “Enquanto o Vento faz discursos”
1995 – Galeria Neupergama “Percorro os campos até ao meu destino”
1995 – Galeria São Francisco “Vem comigo ver Lisboa II”
1996 – Galeria Almadarte “Ainda Sons da Terra”
1996 – Galeria Inter-Atrium “Cidade da Pedra”
1997 – Galeria São Francisco “Lisbon revisited”
1998 – Galeria Inter-Atrium “Metade do que dizem”
1999 – Galeria Casino Estoril “O Prendulário”
2000 – Galeria Almadarte “É por nós que a fonte deita água”
2001 – Galeria Galveias “Onde moram as Heras”
2003 – Galeria Inter-Atrium “A Lua Delirante”
2004 – Parlamento Europeu – Bruxelas “Ces que les cartes ne disant pas”
2004 – Galeria São Francisco “Outras Bússolas”
2006 – Galeria Municipal – Abrantes “Pintura”
2006 – Galeria São Francisco “As mãos e usufrutos”
2008 – Galeria Galveias  “Manual para Lavrar”
2009 – Galeria Cidiarte “A vontade dos Objectos”
2010 – Galeria São Francisco “Parto de um Objecto”
2010 – Galeria Municipal do Seixal “A vontade dos Objectos II”
2011 – Galeria Perve “Eu-Próprio os Outros”
2011 – Galeria do Casino Estoril “Lavrando o Mar”
2013 – Galeria Ikon “O suporte das incertezas”
2014 – Coliseu Micaelense “Tanto Mar”

Exposições Colectivas:

Participou em variadas exposições colectivas em Portugal e no estrangeiro.

Obras gráficas editadas pela EPNC, EPAL, RDP, Galeria Galveias, Galeria Grade, Editora Vigo, Didáctica Editora, Casino Estoril, Galeria Enes, Fundação Eugénio de Andrade, Instituto do Consumidor, Ministério da Justiça e Livros Horizonte.

Premiado em Pintura e Desenho.

Textos Carlos Lança, António Campos, Eurico Gonçalves, Fernando Pamplona, Lima de Carvalho, Manuel Vieira, Manuela de Azevedo, Porfírio Alves Pires, Rodrigues Vaz, Eunice Lopes, Baptista Bastos, Nuno de Oliveira Pinto, Aliette Martins, Pedro Barroso, José Carlos Cardoso, Inês Serra Lopes, Edgardo Xavier, Celestino Portela, Nuno Rebocho, Teresa Pinto, Jorge Listopad e Egídio Álvaro.

“Alfredo Luz, com os seus acrílicos, a que algém chamou isotéricos, mas outros chamaram maravilhosos, na concepção e na execução. A sua paleta é de cores suaves e raras e a temática dos seus trabalhos obedece a um ciclo de fases em que o encanto está sempre presente, com mensagens carregadas de simbologia e respeito pela natureza e pelos seres que a habitam, sobretudo os humanos.

Alfredo Luz é titular de uma escrita neofigurativa, em que o surrealismo mágico sempre está presente, com uma subtil mensagem de sentido humanista.”

Nuno Lima de Carvalho